Ideias e itinerários para viajar em Marrocos

Saber onde ir e o que visitar é muitas vezes a maior preocupação para muitos viajantes.

Marrocos tem uma imensidão e variedade de destinos tão grande, lindos e interessantes, que desenhar um itinerário consegue ser um quebra-cabeças.

Nesta página terá várias ideias de itinerários possíveis para você mesmo utilizar e visitar Marrocos.
Além do circuito turístico normal, irá ter exemplos alternativos para que possa aproveitar e explorar os recantos mais bonitos de um país ainda com tanto por descobrir.

Pode ainda conciliar vários itinerários, juntando as Cidades Imperiais do Circuito do Deserto ou 1000 Casbahs.

Itinerário das Cidades imperiais de Marrocos

Se você gosta de cultura e história, um dos itinerários mais famosos de Marrocos é o Circuito das Cidades Imperiais Marroquinas. Aqui você visita as cidades mais históricas do Reino, e tem uma noção histórica / cultural do país ao longo das diversas épocas, dinastias e capitais.

Assim, este circuito foca atenção em visitar as cidades que foram capitais em dada altura da história do país, sob o domínio também de diversas dinastias e os reinados: Dinastia Idríssida, os Almorávidas, o Califado Almóada, os Merínidas, os Oatácidas, os Saadianos e os Sultões Alauitas.

Basicamente, as cidades Imperiais são quatro:

Cidade de Fez: foi fundada entre 789 e 809 pelo sultão Idris I da Dinastia Idríssida. Foi então capital das dinastias marroquinas Idríssida, Merínidas, Oatácidas e também da dinastia Alauitas. Fez é uma cidade fantástica, um regresso ao passado. A sua medina antiga é a cidade medieval mais bem preservada de todo o mundo islâmico. Fez a capital espiritual e cientifica do império Xerifiano. Fez é uma das cidades sagradas do mundo Islâmico.

Cidade de Marraquexe: foi fundada em 1062 pelo sultão Yossef Ibn Tachfin da dinastia almoravida. Foi então capital das dinastias marroquinas almorávidas, almoadas e saadias. Foi ainda segunda capital das dinastias merinidas e alaouitas. Marrakech é uma cidade única no mundo. A sua medina antiga mistura arquitectura, comércio e um submundo de santos e praticas religiosas sufis.

Cidade de Rabat: foi fundada em 1150 pelo sultão Abd al-Mumin da dinastia almohada. Apesar de ter sido alargada pelo sultão Yaqub al-Mansur, Rabat só foi inserida na lista de cidade imperial com o sultão Mohamed III. Foi então no século XX que Rabat foi de novo a capital do Reino até aos dias de hoje. Rabat é uma cidade histórica incrível com imensos monumentos que deixam inveja a outras cidades mais conhecidas de Marrocos. Apesar de passar um pouco despercebida, Rabat tem charme, história e a sua própria autenticidade.

Cidade de Meknes: foi fundada em 1672 pelo sultão Ismail ibn Ali da dinastia alaouita. Foi capital de Marrocos relativamente pouco tempo entre 1672 e 1727. Hoje em dia é muito visitada mas fica um pouco à sombra da sua majestosa cidade vizinha, Fez.

NOTA: Além destas quatro cidades, normalmente incluem-se também a cidade de Casablanca e Beni Mellal ao itinerário das Cidades Imperiais. Poderá incluir também neste itinerário, as ruínas romanas de Volubilis situadas a cerca de 30 KM a norte de Meknes.

Itinerário Cidades Imperiais marroquinas

O circuito das cidades imperiais de Marrocos pode-se fazer facilmente entre 8 a 10 dias. Pode-se prolongar a 15 dias se desejar visitar tudo com calma e promenor e você queres acrescentar uma estadia mais prolongada em Marrakech ou Fez por exemplo. Tudo depende do seu passo e velocidade.

Assim, este itinerário pode começar em Marrakech – local de folia, história e um paraíso de compras nos seus diversos mercados. Seguindo viagem atravessando as Montanhas do Médio Atlas via Beni-Mellal e Ifrane, chegará a Fez fundada pelo sultão no século XIII, cidade muito antiga e com uma história religiosa / espiritual igualável no Reino. Não muito longe está Meknes, a cidade do sultão Moulay Ismail do século XVII com os seus monumentos grandiosos. Um pouco mais a norte está a cidade romana de Volubilis datada do séc III antes de Cristo. Seguindo para Rabat, cidade fundada no século XI, é presentemente a cidade capital de Marrocos. Seguindo para sul visitará a moderna cidade de Casablanca e a sua famosa Mesquita Hassan II e os seus edifícios de Arte Deco.

  • Dia 1: Marrakech
  • Dia 2: Marrakech
  • Dia 3: Marrakech até Fez via Beni-Mellal e Ifrane
  • Dia 4: Fez
  • Dia 5: Fez
  • Dia 6 Fez até Meknes via Volubilis
  • Dia 7: Meknes até Rabat
  • Dia 8: Rabat
  • Dia 9: Rabat até Casablanca
  • Dia 10: Casablanca até Marrakech

e no sentido inverso:

  • Dia 1: Marrakech
  • Dia 2: Marrakech
  • Dia 3: Marrakech até Casablanca
  • Dia 4: Casablanca até Rabat
  • Dia 5: Rabat
  • Dia 6: Rabat até Meknes
  • Dia 7 Meknes até Fez via Volubilis
  • Dia 8: Fez
  • Dia 9: Fez
  • Dia 10: Fez até Marrakech via Ifrane e Beni-Mellal

NOTA: uma viagem em modo express em 5 dias para quem não tem muito tempo e mesmo assim quer fazer este percurso. Temos assim um dia completo em Marrakech, um dia de viagem entre Marrakech e Fez. Um dia completo em Fez. Saída cedo de Fez visitando Meknes antes do almoço. Seguindo para Rabat onde se visita o Mausoléu Mohamed V e a Torre Hassan II ao entardecer. Visitar o Casbah Oudaias pela manhã cedo e seguir viagem até Marrakech passando por Casablanca para visitar a Mesquita Hassan II. Chegada a Marrakech ao entardecer ou pela noite a dentro.

  • Dia 1: Marrakech
  • Dia 2: Marrakech até Fez
  • Dia 3: Fez
  • Dia 4: Fez até Rabat via Meknes
  • Dia 5: Rabat até Marrakech via Casablanca

Itinerário da Rota dos 1000 Casbahs

Saindo de Marrakech e começando a sua viagem propriamente dita em Ouarzazate, a Rota dos 1000 Casbahs proporciona uma viagen incrível em que mergulhamos num mundo exótico e diferente de tudo o resto que existe em Marrocos.
Ouarzazate é a cidade ponto de partida ideal para este itinerário. Começamos pelo centro da cidade de Ouarzazate com o seu único e muito bem preservado Casbah de Taourirt que era a residência do Pasha Glaoui do século XVIII, hoje museu que pode ser visitado proporcionando vistas muito bonitas da cidade e seus oásis circundantes.

Os casbahs representam a vida berbere e estas construções teriam uma função defensiva. Sem dúvida que um dos melhores exemplos de uma cidadela cosntruída toda em adobe e com vários casbahs é o Ksar de Ait Benhaddou, local UNESCO Património Mundial da Humanidade.

Seguindo Sul atravessamos a Montanha Saghro, para alcançar Agdz, a sua cidadela e fortaleza rodeada de um palmeiral gigante. É daqui de Agdz que abre o Vale do Draa, um magnifico oásis rodeado pelo Deserto do Saara alcançadando perto de 200 KM direcção sul até chegar à vila de M’hamid. Aqui você terá oportunidade de ir visitando e explorando outros casbahs que encontra pelo caminho. Em todo o percurso do Vale do Draa, há imensos ksars (aldeias fortificadas) com muitos casbahs lá dentro. Um bom exemplo e não perder e que merece uma visita é o Ksar Tissergate, 9 KM antes da cidade de Zagora.

Seguindo em direcção Oeste, subimos um pouco a estrada de volta a Zagora para entramos na rota das Dunas. Passando pela aldeia de Nkob onde rodeada por um palmeiral imenso, há 35 casbahs muito bem preservados que proporcionam fotografias lindas. Mais tarde passando pelos oásis de e Alnif chegamos a Rissani, cidade árabe e berço da dinastia Alaouita. Aqui, há um circuito turístico muito interessante em que se podem visitar as diversas aldeias fortificadas (chamados de ksars).

Continuamos sul para passar pelo menos dois dias nas Dunas de Erg Chebbi antes de voltarmos ao nosso itinerário da Rota dos 1000 casbahs. Em direcção de novo a Ouarzazate, passamos pelo Gorges du Todra onde avançamos até à aldeia berbere de Tamtettoucht com o seu lindo vale de cultivo e vários casbahs.

Mais tarde e passando por Tinghir, entramos por Boulmane para irmos ao coração do Vale do Dades, local com casbahs a perder de vista, e paisagens de montanha que parecem de um outro planeta. Não perder o Vale des Figues (o Vale dos Figos)

Em direcção a Ouarzazate pode-se atravessar o incrível Vale das Rosas. Pode-se entrar neste roteiro logo a apartir do Vale do Dades, ou, a partir da cidade de Kelat M’Gouna onde há anualmente o festival das Rosas.

Mais tarde visitando o Oásis de Skoura onde o famoso Casbah Tiii que vem nas notas de 20 dirhams. De volta a Marrakech visitamos o Kasbah de Telout, perdido numa aldeia no Alto Atlas. Aqui era a residência do Pasha Glaoui no seu caminho entre Marrakech e Ouarzazate propriamente dito.

O circuito dos 1000 Casbahs de Marrocos pode-se fazer facilmente entre 9 a 11 dias. Pode-se prolongar a 15 dias se desejar visitar tudo com calma e promenor e você queres acrescentar uma estadia mais prolongada em Ouarzazate ou nas Dunas de Erg Chebbi por exemplo. Tudo depende do seu passo e velocidade.

NOTA: Pela proximidade das Dunas de Erg Chebbi da cidade de Rissani, acrescentamos neste itinerário 2 dias para aproveitar outro lugar fascinante do sul marroquino.

  • Dia 1: Marrakech até Ouarzazate via Ait Benhaddou
  • Dia 2: Ouarzazate e Oásis Fint
  • Dia 3: Ouarzazate até Zagora via Agdz e Ksar Tissergate
  • Dia 4: Zagora até Mhamid via Dunas de Tinfou
  • Dia 5: Mhamid até Knob
  • Dia 6 Nkob até Dunas de Erg Chebbi via Rissani
  • Dia 7: Dunas de Erg Chebbi
  • Dia 8: Dunas de Erg Chebbi até Boumalne via Gorges du Todra e Tamtettoucht
  • Dia 9: Vale do Dades
  • Dia 10: Vale do Dades até Ouarzazate via Vale das Rosas e Skoura
  • Dia 11: Ouarzazate até Marrakech via Telouet

NOTA: uma viagem em modo express em 5 dias para quem não tem muito tempo e mesmo assim quer fazer este percurso. Temos assim um dia completo de viagem atravessando as Montanhas do Atlas, visitando o Kasbah de Telouet e o Ksar de Ait Benhaddou. Chegada a Ouarzazate ao fim da tarde. Visita cedo do Kasbah Taouirit no centro de Ouarzazate, seguindo viagem até Zagora passando por Agdz para almoçar por exemplo e depois da visita ao Ksar Tissergate. Pode até apontar para ver o pôr-do-Sol do topo da Duna de Tinfou a 18 KM de Zagora. Dormir em Zagora ou no hotel Kasbah Sky nas dunas de Tinfou. Saída cedo direcção a Rissani para fazer o circuito turistico dos casbahs. No caminho visitar a aldeia de Nkob. Pode ir ver o pôr-do-sol nas incríveis dunas de Erg Chebbi em Merzouga. Pode escolher voltar até Rissani pela noite ou dormir em Merzouga. Chegada a Marrakech ao entardecer ou pela noite a dentro. Saída cedo em direcção a Skoura passando pelo Vale do Dades e se quiser visitando o incrível desfiladeiro das Gargantas do Todra perto de Tinghir. Visitar o Casbah em Skoura. Dormir em Skoura. Sair em direcção a Marrakech pessando pelo Ksar de Ait Benhaddou.

  • Dia 1: Marrakech até Ouarzazate via Telouet
  • Dia 2: Ouarzazate até Zagora via Agdz e Ksar Tissergate
  • Dia 3: Zagora até Rissani via Nkob
  • Dia 4: Rissani até Oásis Skoura via Vale do Dades
  • Dia 5: Skoura até Marrakech via Ait Benhaddou

Itinerário da Rota do Deserto

informação brevemente…

Itinerário dos Vales do Sul

informação brevemente…

Itinerário UNESCO Património Mundial

Devido à sua rica história e cultura, Marrocos tem nove destinos inscritos na lista de locais Património Mundial da Humanidade. Um pouco espalhados por todo o território, fazer uma viagem focando a visita a estes lindos locais UNESCO é algo muito interessante e sem dúvida um itinerário único para visitar Marrocos.

Os locais UNESCO em Marrocos são a Medina de Fez, a Medina de Marraquexe, o Ksar de Ait Benhaddou, a Medina de Tetuão, a Medina de Essaouira, as Ruínas Romanas de Volubilis, o Centro Histórico de Meknes, a Cidade Portuguesa de Mazagão e o Conjunto Histórico de Rabat.

Organizar uma viagem à volta de todos estes locais não é muito difícil e tem até algumas alternativas. Todos os locais UNESCO em Marrocos estão localizados a Norte das Montanhas do Atlas com excepção do Ksar de Ait Benhaddou que fica perto de Ouarzazate.

Assim, para quem realmente não quer visitar nada mais que os locais UNESCO, terá que passar a montanha duas vezes pela magnifica passagem do Tizi-n Tichka.

Temos então sair de Marrquexe pela manhã em direcção a Ouarzazate. 20KM antes de Ouarzazate tem que virar à esquerda directo a Ait Benhaddou. Pode visitar a aldeia, subir até ao topo, apreciar as vistas. Pode dormir num hotel com vista para o ksar. Ait Benhaddou foi fundado por volta do fim do século VIII e ganhou importância durante as trocas comerciais com caravanas entre Marrakech e África sub-Saariana. Ait Benhaddou foi inscrito na lista UNESCO em 1987.

No dia seguinte sair cedo e seguir de novo viagem até Marraquexe mas virar em direcção a Essaouira.

Itinerário Marrakech até ao Deserto do Saara

informação brevemente…

Itinerário Norte de Marrocos

informação brevemente…

Itinerário à volta de Marraquexe

Marraquexe tem muito para ver nas suas proximidades. Num raio de 100 KM há imenso para explorar e visitar. Se deseja ficar uns dias só a dormir em Marrakech, pode fazer várias viagens de um dia aos seguintes destinos:

  • Vale de Ourika
  • Cascatas de Ouzoud
  • Mesquita de Tinmel
  • Oukaimeden

informação brevemente…

Itinerário à volta de Agadir

Agadir tem muito para ver nas suas proximidades. Num raio de 100 KM há imenso para explorar e visitar. Se deseja ficar uns dias só a dormir em Agadir, pode fazer várias viagens de um dia aos seguintes destinos:

  • Taghazout
  • Tafraoute
  • Taroudannt

informação brevemente…

Itinerário à volta de Ouarzazate

Ouarzazate tem muito para ver nas suas proximidades. Num raio de 100 KM há imenso para explorar e visitar. Se deseja ficar uns dias só a dormir em Ouarzazate, pode fazer várias viagens de um dia aos seguintes destinos:

  • Oásis de Fint
  • Oásis de Skoura
  • Ksar de Ait Benhaddou
  • Agdz
  • Vale do Dades
  • Tazenakht
  • Kasbah de Tifoultoute

informação brevemente…

Itinerário à volta de Fez

Fez tem muito para ver nas suas proximidades. Num raio de 100 KM há imenso para explorar e visitar. Se deseja ficar uns dias só a dormir em Fez, pode fazer várias viagens de um dia aos seguintes destinos:

  • Sefrou
  • Meknes
  • Volubilis
  • Taza
  • Bhlil

informação brevemente…

Itinerário à volta de Casablanca

Casablanca tem muito para ver nas suas proximidades. Num raio de 100 KM há imenso para explorar e visitar. Se deseja ficar uns dias só a dormir em Casablanca, pode fazer várias viagens de um dia aos seguintes destinos:

  • El Jadida
  • Rabat

informação brevemente…

Itinerário do Deserto profundo

informação brevemente…

Itinerário Fotográfico

informação brevemente…

Itinerário do encontro Nómada

informação brevemente…

Procure alojamento em Marrocos:

Booking.com